Dedicamo-nos a fornecer soluções de software rápidas, eficientes e sustentáveis que fazem a diferença na indústria de desenvolvimento de software.
Versão 8.x
  • Uma reformulação completa da caixa de diálogo Localizar/Marcar.
  • Suporte para o sistema de ficheiros ReFS 3.4.
  • Estimativa de hipóteses de recuperação bem-sucedida de ficheiros.
  • Recuperação de nomes e caminhos para ficheiros apagados para a Reciclagem.
  • Um visualizador de ficheiros completamente revisto, que pode mostrar imagens, os primeiros frames de ficheiros de vídeo como ícones, e suporta um grande número de formatos de ficheiros de vídeo/áudio/gráficos/documentos. Agora, estes ficheiros podem ser reproduzidos sem que as suas respectivas aplicações estejam instaladas.
  • Suporte para APFS, incluindo encriptação.
  • Suporte para RAIDs do mdadm.
  • Suporte para Apple CoreStorage/File Vault/Fusion Drive.
  • Reconhecimento automático de dispositivos USB recém-ligados/desligados.
  • Suporte aprimorado para o registo NTFS.
  • Suporte para o sistema de ficheiros ReFS2+ (Windows 2016 Server).
  • Suporte para deduplicação de dados NTFS.
  • Novas opções estendidas de processamento de ficheiros duplicados.
  • Suporte para dispositivos NVME.
  • Um algoritmo bastante aprimorado para a pesquisa de Tipos de Ficheiros Conhecidos (recuperação de ficheiros brutos):
    - melhor reconhecimento de ficheiros mp3 e mkv;
    - um analisador especial para ficheiros mts, mpeg, flv e gz;
    - nomes de ficheiros a partir de tags internas para ficheiros mp3, pdf, docx, doc;
    - suporte para tempo+fabricante+gps para ficheiros mov criados pelo iPhone 6 e modelos posteriores;
  • Suporte para Espaço de Armazenamento do Windows criado no Windows 10 Threshold 2.
  • Predefinições de máscara de ficheiros.
  • Um novo kernel de análise e recuperação de dados que melhora a velocidade de recuperação de dados e os resultados.
  • Opções de recuperação do link simbólico na versão do técnico.
  • Processamento do diário do sistema de ficheiros para os sistemas de ficheiros HFS+ e Ext3/Ext4 FS, para aumentar o número de ficheiros encontrados com sucesso.
  • Diário de processamento de atualizações simples para recuperação aprimorada em partições UFS.
  • Suporte para atributos estendidos nos sistemas de ficheiros HFS+, Ext3/Ext4 FS e UFS. Isto redefine a recuperação do Mac OSX Time Machine e do Linux selinux ACL.
  • Utilização de memória optimizada para digitalização de discos grandes.
  • Descoberta aprimorada de árvores de pastas para ficheiros apagados nas partições Ext3/Ext4 FS e UFS.
  • Uma região regular pode ser convertida em região exclusiva.
Versão 7.x
  • Um novo algoritmo avançado para recuperar partições exFAT.
  • Suporte para RAIDs não sincronizados de software do Windows.
  • Um novo algoritmo avançado para recuperação de ficheiros raw (busca de assinaturas de ficheiros.
  • A extensão do Hex Editor: A localização do ficheiro é mostrada num sector particular do disco.
  • Suporte para Junções de Directorias e Links Simbólicos.
  • Scan de disco acelerado para dispositivos de leitura rápida.
  • Reconhecimento de partições NTFS e FAT mais rápido e fiável.
  • Pesquisa de versões de ficheiros apagadas. R-Studio pode pesquisar versões de ficheiros apagadas através do seu tamanho, nome, extensão e tipos de ficheiros reconhecidos como parâmetros de pesquisa.
  • Selecção de dados melhorada no editor Hexadecimal. Agora o início e o fim de uma área de selecção pode ser definida nos comandos "Seleccionar de" e "Seleccionar para" no menu de atalhos.
  • Anexar dados a um ficheiro existente no editor Hexadecimal. Um fragmento de ficheiro seleccionado no editor pode ser anexado a um ficheiro existente.
  • Um ficheiro externo pode ser carregado para uma posição seleccionada no ficheiro aberto no editor Hexadecimal.
  • Suporte automático para Windows Storage Spaces (Windows 8/8.1 e 10/Threshold 2) mesmo com danos ligeiros na base de dados. Podem montar-se manualmente caso as suas bases de dados estejam totalmente corrompidas em alguns parentes.
  • Suporte automático para software Mac RAIDs. Membros com registos de parâmetros RAID severamente corrompidos podem ser adicionados manualmente.
  • Suporte automático para Linux Logical Volume Manager (LVM/LVM2) mesmo com registos de parâmetros RAID ligeiramente danificados. Componentes com registos de parâmetros RAID severamente corrompidos podem ser adicionados manualmente.
  • Suporte para imagens e mapas de disco DiskSpar Disk Imager. R-Studio pode ler e processar imagens e mapas de disco criados pelo DiskSpar Disk Imager sem o R-Studio.
  • Reconhecimento automático de parâmetros RAID.R-Studio reconhece todos os parâmetros RAID para RAID 5 e 6. Este recurso ajuda o utilizador a resolver um dos problemas mais difíceis na recuperação RAID.
  • S.M.A.R.T. monitorização de atributos. R-Studio pode mostrar S.M.A.R.T. (Tecnologia de auto-monitorização, análise e criação de relatórios) de discos rígidos para mostrar a sua saúde de hardware e prever possíveis falhas. Qualquer trabalho desnecessário com esses discos rígidos devia ser evitado se aparecem avisos S.M.A.R.T.
  • Novos idiomas GUI: Chinês Tradicional, Chinês Simplificado, e Português.
  • Suporte para atrasos de paridade em todos os RAID layouts aplicáveis.
  • Controlos melhorados de atraso de paridade.
Versão 6.x
  • Gestão de instabilidades de leitura graves no disco rígido: R-Studio Technician fornece características ao nível de hardware das drives de discos rígidos, baseadas na sua integração com o equipamento profissional de recuperação de dados DeepSpar Disk Imager.
  • Suporte para ReFS (Resilient File System), um novo sistema de ficheiros locais apresentado pela Microsoft no seu Windows 2012 Server.
  • Suporte para Windows 2012 Server OS.
  • Suporte para RAID5 com atrasos de paridade utilizados frequentemente em servidores HP.
  • Suporte para níveis RAID "nested" e "enhanced": RAID10 (1+0), RAID1E, RAID5E, RAID5EE, RAID6E.
  • R-Studio Agent para SO do PC principal: Windows, MacOS, Linux.
  • Criação de imagem e scan em simultâneo. Agora o R-Studio pode criar uma imagem e, simultaneamente, fazer scan dos dados da imagem. Como resultado são criados dois ficheiros no mesmo local: um ficheiro de imagem e um ficheiro com a informação de scan.
  • Listas de Recuperação de Ficheiros: listas de ficheiros em discos que podem ser exportados a partir do R-Studio, editados manualmente e importados novamente, e ficheiros dessas listas que serão automaticamente marcados para recuperação. Estas listas são muito úteis caso queira que alguém à distância decida quais os ficheiros a recuperar.
  • Verificação de consistência RAID: pode verificar se os blocos de paridade num RAID são válidos.
  • Os ficheiros de informação de imagem e scan podem ser guardados e carregados a partir de computadores remotos. Isto ajuda o R-Studio a evitar transferir grandes volumes de dados pela rede durante a recuperação em rede.
Versão 5.x
  • NAT/firewall traversal. Pode ser estabelecida tanto do R-Studio para o R-Studio Agent, ou do R-Studio Agent para o R-Studio. o que permite ao R-Studio atravessar a NAT/firewall ao recuperar dados pela internet. HTTP tunneling é utilizado quando necessário.
  • Melhoria do algoritmo de scan. O scan de partições FAT e NTFS foi melhorado.
  • Gravação local de ficheiros recuperados num computador remoto. Ao recuperar dados num computador remoto pela rede, o R-Studio pode agora guardar ficheiros recuperados noutro disco do mesmo computador remoto, como por exemplo um disco externo. Para além disso, o computador remoto pode ser ligado à internet em vez de ligado a uma rede local. Esta característica é especialmente útil para empresas e técnicos de recuperação de dados, que podem agora servir os clientes remotamente através da internet, e não precisam de transferir grandes volumes de ficheiros pela rede. Os ficheiros recuperados a partir de um computador remoto podem ainda ser gravados num computador local ou noutro computador remoto com uma ligação de internet em que o R-Studio Agent esteja a correr.
  • Modo forense (Apenas versão de técnicos). Neste modo, o R-Studio gera um log de auditoria de recolha de dados forenses que pode ser apresentado em audiências judiciais. Este registo inclui informações sobre a configuração do hardware em que a recolha de dados forenses ocorre e MD5 checksum para ficheiros recuperados.
  • RAID 6 suporte, inclui Reed-Solomon e Vertical XOR. Suporte para layouts personalizados RAID 6.
  • Suporte para sistemas de ficheiros exFAT e Ext4 FS.
  • Cópia avançada de objecto. Para além da cópia byte a byte de qualquer objecto visível no painel de Drives, está disponível a cópia inteligente de partições e discos rígidos com ajuste de tamanho e offset.
  • Suporte para as versões Windows 64- e 32-bit. Numa versão de 64-bit do Windows, o R-Studio ultrapassa o limite de 3GB RAM para uma aplicação de 32-bit e utiliza toda a RAM física instalada na máquina de 64-bit Windows. Isto melhora significativamente o desempenho do software, especialmente ao fazer scan de discos de grande capacidade.
  • Barra de progresso. Mostra o progresso de recuperação de um ficheiro individual e do processo geral de recuperação, como tempo passado e restante, bem como o registo de recuperação.
  • Links clicáveis no editor de texto/hexadecimal. Estes links fornecem ligações directas para partes importantes dos objectos que estão a ser analisados e editados.
Versão 3.x-4.x
  • Suporte para imagens raw de câmara digital. Agora com suporte para Canon, Fuji, Minolta, Nikon, Olympus, Sony e Sigma.
  • Visualização versátil de dados. R-Studio pode mostrar dados no disco e na estrutura real de pasta/ficheiro, como ficheiros ordenados pelas suas extensões ou pelas datas de criação/último acesso/modificação.
  • Ordenação de Ficheiros. Os ficheiros e pastas encontrados podem ser ordenados facilmente pela estrutura original, extensão do ficheiro ou data de criação/modificação do ficheiro.
  • Tipos de Ficheiros Conhecidos Expansíveis. O utilizador podem adicionar novas assinaturas de ficheiros à lista de tipos de ficheiros conhecidos.
  • Suporte para recuperação em massa de ficheiros. R-Studio pode automaticamente aplicar opções de recuperação de dados para todos os ficheiros a recuperar.
  • Janela comum Encontrar/Marcar. R-Studio pode automaticamente encontrar e marcar vários ficheiros que correspondam às opções de pesquisa especificadas na janela Encontrar/Marcar.
  • Hex Editor Enhancement. Os ficheiros podem ser mostrados como texto ANSI ou UNICODE.
  • Suporte de sistemas de ficheiros HFS and HFS+. Para além de FAT/NTFS/ExtFS2/ExtFS3/UFS1/UFS2, R-Studio suporta sistemas de ficheiros HFS e HFS+ desenvolvidos pela Apple Computer para utilização em computadores com Sistema Operativo Mac.*
    * A versão para Windows do R-Studio não pode ser instalada e executada num sistema Mac OS, mas um disco rígido com partições HFS e/ou HFS+ pode ser ligados à máquina Windows e processado pelo R-Studio. Pode também descarregar a versão R-Studio para Mac que foi concebida para o ambiente Mac e pode ser instalado e executado num sistema Mac OS.
  • Suporte para computadores Apple. A nova versão de R-Studio Emergency pode ser executada a partir de CD em computadores Macintosh baseados em Intel e PowerPC.
  • Suporte da variante Big Endian de UFS.
  • Suporte para esquema de layout de partição GPT. Este esquema é utilizado no SO 64-bit Windows.
  • Suporte APM. Apple Partition Map (APM) é um esquema de partição utilizada para definir a organização de dados de baixo nível em discos formatados para utilização em computadores Macintosh.
  • Suporte para várias configurações RAID pouco habituais. Parâmetros como tamanho de bloco e ordem, offsets e até o número de stripe blocks podem ser especificados explicitamente. É fornecido um editor visual para criar uma ordem específica de blocos. Estas configurações definidas pelo utilizador podem ser gravadas para uso posterior.
  • R-Studio Technician Portable foi adicionado ao pacote R-Studio Technician. A versão portátil pode ser executada a partir de um dispositivo de armazenamento USB.
  • Suporte de formato de imagem comprimida. Quando o R-Studio cria uma imagem do disco ou de uma parte dele, a imagem pode ser comprimida e dividida em diversos ficheiros para que possa ser armazenada em CD/DVD/flash drive ou FAT16/FAT32*.
    * R-Studio lê e abre a imagem criada apenas para efeitos de recuperação de dados. Para criação de imagens de disco e tarefas de restauro, considere o software R-Drive Image.
  • Algoritmo adicional de recuperação de ficheiros. R-Studio não analisa apenas os metadados dos sistemas de ficheiros ( todos os tipos de ficheiros são suportados ) mas procura adicionalmente por tipos de ficheiros conhecidos ( ver lista de tipos de ficheiros conhecidos ) através de características típicas das suas estruturas que permitem ao utilizador:
    - aumentar a qualidade da recuperação de ficheiro quando o sistema de ficheiros não está danificado;
    - recuperar ficheiros que não estão reconhecidos na metadata do sistema de ficheiros e não foram encontrados durante um scan de disco;
    - recuperar ficheiros de dispositivos com sistemas de ficheiros desconhecidos, incluindo HD, CD, DVD, disquete, Compact-Flash Card, USB drive, ZIP drive, Memory Sticks e outros dispositivos amovíveis.
  • Suporte para sistemas de ficheiros UFS1 e UFS2. Os sistemas de ficheiros UFS1/UFS2 são utilizados em sistemas operativos FreeBSD, OpenBSD, NetBSD, e Solaris.
  • Versão R-Studio Emergency.* A versão R-Studio Emergency foi concebida e adicionada aos pacotes R-Studio sem custos adicionais. R-Studio Emergency corre a partir de uma disquete de arranque ou CD quando é necessário recuperar dados num computador em que o sistema operativo Windows não consegue arrancar devido a ficheiros de sistema corrompidos ou apagados.
    * A versão R-Studio Emergency faz parte do pacote de software R-Studio. Quando compra uma licença R-Studio única, pode correr o R-Studio Emergency e/ou instalar a versão R-Studio apenas num único PC. Não pode transferir o software licenciado para outra máquina.
  • Pré-visualização de Ficheiro.* O conteúdo do ficheiro pode ser visualizado no R-Studio DEMO ou no modo registado para estimar as hipóteses de recuperação mesmo que a aplicação prescrita não esteja instalada. O visualizador embutido no ficheiro de instalação do R-Studio suporta os tipos de ficheiros mais comuns, incluindo ficheiros gráficos, vídeo, áudio, MS Office, Outlook Mail, etc. ( ver a lista )
  • Visualização do processo de scan. Ao fazer scan de um objecto, o R-Studio mostra graficamente os itens encontrados, incluindo ficheiros de tipos conhecidos, registos FAT e NTFS MFT, registos de arranque, etc.
  • Registo on-the-fly.* As versões demo de R-Studio e R-Studio Emergency podem ser registadas on the fly, e os utilizadores R-Studio não precisam de reinstalar uma versão comercial depois dos seus ficheiros terem sido encontrados.
    * A chave de activação R-Studio Emergency é gerada separadamente e requer a aquisição de um código de hardware. A chave de activação pode ser solicitada através do Portal de Clientes no prazo de um ano a partir da data da compra.
  • Procedimento de scan de anfitrião remoto melhorado. Nas novas versões de rede do R-Studio, os dados são analisados no anfitrião remoto em vez de no anfitrião local, aumentando assim significativamente a velocidade do processo de recuperação.
  • Editor universal de disco. O R-Studio inclui um editor hexadecimal avançado para inspeccionar e editar estruturas de sistemas de ficheiros (registos de arranque NTFS e FAT, MBR, estruturas LDM, etc). Ao utilizar uma linguagem de base XML (descrita no Manual e na Ajuda do software), os utilizadores do R-Studio podem criar os seus próprios templates para analisar ficheiros e sistemas de ficheiros. O editor de disco é particularmente útil para especialistas em processamento de dados de baixo nível, segurança em TI, recuperação de dados e informática forense.
Data Recovery Articles
PC Privacy Articles