Recuperação de Dados para Linux

R-Studio para Linux estende a família R-TT de software de recuperação de dados de forma eficaz ao sistema operativo Linux. Graças ao R-Studio para os parâmetros flexíveis do Linux e definições personalizáveis, os utilizadores obtêm controlo absoluto sobre as tarefas de recuperação de dados. R-Studio para Linux recupera dados de discos lógicos e partições, bem como discos e partições que foram reformatadas, danificadas ou apagadas. Para além dos discos com sistemas de ficheiros comuns Linux, o R-Studio para Linux recupera ficheiros de discos formatados de Windows, FreeBSD/OpenBSD/NetBSD/Solaris, e Macintosh. Também pode ser utilizada a recuperação de ficheiros raw (scan de tipos de ficheiro conhecidos) para sistemas de ficheiros desconhecidos ou danificados. Os ficheiros recuperados podem ser guardados em discos com qualquer sistema de ficheiros suportado pelo Linux kernel (ex. ext2, ext3, FAT, NTFS).

Ficheiros R-Studio para Linux recuperados:

  • Apagado do computador e esvaziado do Lixo
  • Corrompido devido a virus, falha de energia ou encerramento repentino
  • De discos que foram reformatados para o mesmo ou outro sistema de ficheiros
  • Danificado e com sectores danificados - R-Studio para Linux cria uma imagem do disco completo e recupera-o a partir de lá para prevenir mais danos físicos no disco
  • SO Anfitrião: Linux, kernel 2.6 e posteriores.
  • Sistemas de ficheiros suportados: Ext2/3/4FS (criado por Linux ou outro SO), FAT12, FAT16, FAT32, NTFS, NTFS5 (criado e actualizado por Windows 2000/XP/2003/Vista/7/8), exFAT, ReFS, HFS, HFS+, HFSX, e UFS1, UFS2, UFS BigEndian (utilizado pelos sistemas operativos FreeBSD, OpenBSD, e NetBSD).
  • Scan de Tipos de Ficheiros Conhecidos (recuperação de ficheiros raw): se o sistema de ficheiros do disco estiver gravemente danificado ou não for suportado, o R-Studio para Linux procura padrões de dados específicos ("assinaturas de ficheiro") típicos de certos tipos de ficheiros (documentos do Microsoft Office, jpgs, etc.). A definição desses tipos de ficheiro conhecidos pode ser personalizada.
  • Recuperação de RAID danificado. Níveis RAID standard suportados: volume set, 0, 1, 4, 5, 6. Nível RAID não-standard e nested suportados: 10(1+0), 1E, 5E, 5EE, 6E. Suporte para atrasos de paridade em todos os níveis aplicáveis. Suporte para layouts RAID personalizados pelo cliente.
  • Reconhecimento automático de parâmetros RAID. R-Studio reconhece todos os parâmetros RAID para RAID 5 e 6. Este recuro ajuda o utilizador a resolver um dos problemas mais difíceis da recuperação de RAID - reconhecimento de parâmetros RAID.
  • Suporte para Linus LVM/LVM2, Windows Storage Spaces (Windows 8/8.1 e 10) e Apple RAIDs. R-Studio pode reconhecer e montar automaticamente os componentes destes gestores de disco mesmo que as suas bases de dados estejam ligeiramente danificadas. Os seus componentes bases de dados severamente corrompidas podem ser adicionados manualmente.
  • Suporte para imagens DiskSpar Disk Imager e mapas de discos. R-Studio pode ler e processar imagens e mapas de disco criados pelo DiskSpar Disk Imager sem o R-Studio.
  • Monitorização de atributos S.M.A.R.T. O R-Studio pode mostrar os atributos S.M.A.R.T. (Tecnologia de auto-monitorização, análise e criação de relatórios) de discos rígidos para mostrar a sua saúde de hardware e prever possíveis falhas. Qualquer trabalho desnecessário com esses discos rígidos devia ser evitado se aparecem avisos S.M.A.R.T.
  • Suporte para HFS+ hardlinks para pastas.
  • Suporta discos básicos e dinâmicos.
  • Recuperação de dados a partir de partições danificadas ou apagadas.
  • Recuperação de ficheiros comprimidos (NTFS, NTFS5).
  • Recuperação de ficheiros encriptados (NTFS5).
  • Recuperação de streams de dados alternativos (NTFS, NTFS5).
  • Reconhecimento localizado de nome.
  • Modo forense. Cria um log de auditoria que pode ser apresentado em audiências de tribunal. (Apenas versão Technician).
  • Disco R-Studio Emergency Bootable. A versão R-Studio Emergency pode arrancar directamente de uma drive USB externa, disco óptico ou diversas disquetes. Útil para recuperação de dados de discos rígidos internos em computadores que não podem arrancar devido a sistemas de ficheiros danificados ou corrompidos.
  • Scan de disco acelerado para dispositivos de leitura rápida.
  • Pesquisa de versões de ficheiros apagadas. R-Studio para Linux pode pesquisar versões de ficheiros apagadas através do seu tamanho, nome, extensão e tipos de ficheiros reconhecidos como parâmetros de pesquisa.
  • Interface em vários idiomas. Idiomas suportados: Inglês, Alemão, Francês, Espanhol, Português, Russo, Chinês Tradicional e Simplificado, Japonês.
  • Estado do progresso em tempo real e pré-visualização de ficheiros: Durante o scan, o R-Studio mostra graficamente os itens encontrados no painel R-Studio Scan Information, incluindo ficheiros de tipos conhecidos, registos FAT e NTFS MFT, registos de arranque, etc.
  • Pré-visualização de ficheiro: Clique duas vezes nos ficheiros para pré-visualizar o ficheiro recuperado. Útil para estimar as probabilidades de recuperação com sucesso. Em conjunto com os ficheiros multimédia e gráficos comuns, o pré-visualizador suporta os seguintes formatos de ficheiro sem as aplicações respectivas instaladas: Adobe Acrobat pdf, Microsoft Office documents doc, xls, ppt (Office 97-2003), docx, xlsx, pptx.
  • Capacidades de pesquisa avançada. Os ficheiros podem ser pesquisados e marcados automaticamente para recuperação pelos seus nomes de ficheiros, máscaras de ficheiros, tamanhos, marcas de data/hora, etc. A pesquisa e a marcação suportam expressões regulares.
  • Os ficheiros podem ser ordenados pelos seus tipos (extensões) e marcas de data/hora
  • Recuperação em massa de ficheiros: Poupe tempo ao seleccionar ficheiros múltiplos ou ao utilizar Recuperar Tudo
  • Listas de Recuperação de Ficheiros: listas de ficheiros de discos que podem ser exportados a partir do R-Studio, editados manualmente e importados novamente, e ficheiros dessas listas serão automaticamente marcados para recuperação. Estas listas são muito úteis caso queira que alguém que esteja longe decida quais os ficheiros a recuperar.
  • Um algoritmo avançado para recuperação de ficheiros raw (pesquisa de assinaturas de ficheiros): A pesquisa de tipos de ficheiro conhecidos do R-Studio reconhece a estrutura de tipos de ficheiros comuns, permitindo-lhe recuperar dados de discos onde o sistema de ficheiros está danificado ou desconhecidos (como unidades de disco rígido, CDs, DVDs, disquetes, cartão Compact flash, drives USB, discos ZIP, cartões de memória e outros dispositivos amovíveis).
  • Tipos de ficheiros conhecidos definidos pelo utilizador. É possível criar definições muito complexas para identificar correctamente tipos de ficheiro fora de padrão.
  • Disco hexadecimal e editor de ficheiros: Suporta armazenamento NTFS de atributos de ficheiros não residentes. Os padrões e modelos predefinidos e personalizados ajudam a analisar os dados de acordo com estruturas de dados conhecidas. Mostra também os ficheiros localizados em sectores particulares do disco.
  • Suporte para Junções de Directorias e Links Simbólicos.
  • Arranque de emergência aprimorado para computadores UEFI.
  • Imagem de disco: R-Studio pode criar duplicações exactas de discos inteiros, discos lógicos ou partições. As imagens de disco são compatíveis com todas as versões anteriores do R-Studio.
  • Imagem de disco avançada: As imagens de discos podem ser divididas, comprimidas e protegidas por senha. Estas imagens de disco requerem a versão actual do R-Studio ou R-Drive Image.
  • A criação de imagem de disco e o scan podem ser efectuados em simultâneo.
  • Os ficheiros recuperados podem ser guardados em qualquer disco local ou em rede para o sistema operativo anfitrião.
  • Cópia avançada de disco: Para além da cópia byte-por-byte de qualquer objecto visível no painel de Drives, as partições e discos rígidos podem ser copiados de forma inteligente com alterações de certos parâmetros.
  • Sistemas Operativos Suportados: Recupera dados de computadores em rede com Win2000, XP, Vista, Win7, Win8, Mac OS X ou Linux e certas plataformas UNIX.
  • Quase todos os ficheiros R-Studio (imagens, scan info, logs, etc.) pode ser guardada e carregada num computador remoto.
  • Largura de banda baixa, baixa transferência de dados: Os processos de recuperação de dados e processos de análise correm localmente (no computador anfitrião com os discos danificados/apagados), em vez de no computador do técnico remoto, de forma a aumentar a velocidade de recuperação de dados e reduzir a largura de banda. Da mesma forma, os dados recuperados podem ser guardados num disco local sem transferência pela rede.
Utilitário Ext2/Ext3/Ext4/UFS NTFS FAT HFS/HFS+ Preços, USD Obter EULA
Recuperação Local Recuperação pela rede Recuperação Local Recuperação pela rede Recuperação Local Recuperação pela rede Recuperação Local Recuperação pela rede
R-Studio for Linux Network 179.99 Buy Now Ver EULA
R-Studio for Linux 79.99 Buy Now Ver EULA
R-Studio Agent Emergency           Ver EULA
R-Studio Emergency            
Licenciamento por Volume        

O utilitário consegue recuperar ficheiros de tamanho ilimitado   O utilitário consegue recuperar ficheiros menores que 256 kB   Utilitário de serviço

Recuperação Local Recuperação Local   Recuperação pela rede Recuperação pela rede

© Copyright 2000-2016 R-Tools Technology Inc.